A Polícia Civil em Itaúna prendeu em flagrante um homem, de 38 anos, horas depois de publicar, em uma rede social, ofensas contra o delegado Jorge Antônio Pereira de Mello, que morreu após um infarto fulminante, na manhã da última sexta-feira (11).

Ao serem informados sobre a postagem, policiais civis da Delegacia em Itaúna identificaram o suspeito e se deslocaram até o Bairro São Judas Tadeu, local onde o homem mora. Ao ser abordado, ele se exaltou, desacatou os policiais e danificou uma viatura.

O homem foi conduzido à delegacia e autuado em flagrante por crimes contra a honra e contra o patrimônio, além de desacato. Após a conclusão dos trabalhos, ele foi encaminhado ao Sistema Prisional e está à disposição da Justiça.

Os delegados Leonardo Moreira Pio e João Marcos do Amaral, responsáveis pela ação, ressaltam que o delegado Jorge Pereira de Mello sempre foi um servidor exímio, que dedicou a vida à carreira policial, na busca incessante pela garantia da segurança pública.

Na ocasião os investigadores ressaltaram que quem publica ou compartilha informações desonrosas sobre uma pessoa, atingindo a dignidade ou atribuindo prática de crime falsamente, comete crime contra honra e, mesmo que seja em ambiente virtual, estará sujeito às sanções previstas no Código Penal.

 

 

Delegado Jorge Mello

O delegado Jorge Mello estava há 37 anos na Polícia Civil e atuava em itaúna. Ele faleceu na manhã da última sexta-feira (11) por volta de 8h, na casa dele em Itaúna, após um infarto fulminante.

O enterro do delegado ocorreu no sábado (12) às 9h, na cidade. Ele deixa duas filhas e esposa.

Fonte: G1