Há uma semana o Corpo de Bombeiros tenta controlar um incêndio em uma siderúrgica de Itaúna, que não teve o nome divulgado. Conforme informações divulgadas pelos militares nesta quinta-feira (10), as equipes seguem fazendo ações de rescaldo e resfriamento dos materiais queimados. Ninguém se feriu, segundo a corporação.

De acordo com os militares, as chamas começaram na quinta-feira (3) e os focos principais do incêndio estão concentrados em três silos da siderúrgica. Por conta das chamas, a estrutura dos silos ficou deformada.

O contingente que atua no local é de 64 bombeiros dos municípios de Itaúna, Divinópolis e Pará de Minas. Eles estão se revezando nas ações de combate ao fogo.

 

Possíveis causas

Os militares informaram que as causas do incêndio ainda não foram detectadas, mas a suspeita é de que um dos fornos da empresa tenha passado por um processo conhecido como arriamento, onde a pressão interna do forno fica muito alta e são expelidas brasas a grandes distâncias.

A suspeita é que algumas dessas brasas podem ter caído sobre os silos, iniciando a combustão, conforme informou os bombeiros.

A perícia técnica da Polícia Civil vai avaliar as causas do incêndio.

 

Fonte: G1