Depois do Itaú e da Caixa, o Bradesco também fechou a agência em Itaúna, temporariamente, nesta segunda-feira (27), para higienização contra o COVID-19. A medida, segundo a assessoria de imprensa do banco, foi adotada preventivamente, com o objetivo de evitar o risco de propagação da doença. A agência já foi reaberta aos clientes. O Bradesco não deu mais detalhes a respeito.

O gerente da agência disse que a interrupção no atendimento ocorreu para limpeza e desinfecção do local. O funcionário ressaltou não houve contágio por coronavírus no local e o procedimento foi realizado por orientação da Coordenadoria de Defesa Civil.

 

ITAÚ E CAIXA

Na última quarta-feira (22), o Itaú retomou as atividades presenciais depois de permanecer fechado por três dias úteis. Em nota, a instituição afirmou que foi realizada higienização, seguindo todos os protocolos de limpeza e o uso de antissépticos. Em 16 de julho, a agência da Caixa também fechou durante manhã, pelo mesmo motivo, depois de dois funcionários serem afastados do trabalho – um deles confirmado com COVID-19 e outro suspeito.

 

40 PESSOAS COM COVID-19

Último boletim da Prefeitura, emitido às 17h desta terça-feira (28), aponta sete novos casos do coronavírus em Itaúna, totalizando 230, dos quais 190 já se recuperaram. Os últimos pacientes, três do sexo masculino e quatro femininos, tem idade entre 24 e 51 anos. O total de notificações de suspeitos de COVID-19 na cidade chega a 1.980, com três óbitos, todos de idosos, confirmados.

Fonte: Viu Itaúna