A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) recuperou em uma propriedade rural da cidade de Contagem, 27 cabeças de gado da raça Girolando. A ação policial foi deflagrada, sábado (13), logo após o cometimento do crime na cidade de Juatuba.

Na ação criminosa, o motorista, que conduzia o caminhão com a carga, foi mantido refém. O valor estimado dos bens roubados somam mais de R$ 150 mil. Além dos animais, o veículo utilizado para transportar o gado também foi recuperado e restituído às vítimas.

O roubo ocorreu dois dias antes da recuperação do gado, na quinta-feira (11). Na ocasião, um homem, de 26 anos conduzia o caminhão com 27 bois na BR-262, altura da cidade de Juatuba, quando foi abordado por dois indivíduos. Ele teria saído do município de Queluzito, Região Central do estado, com destino à Itaúna.

Os suspeitos, armados, estavam em um veículo Etios. Um deles assumiu a direção do caminhão e obrigou o motorista a ficar com o comparsa. Após aproximadamente uma hora, mantido refém, foi libertado na BR-262 próximo a Belo Horizonte, onde acionou a polícia.

Imediatamente, policiais civis da Delegacia Especializada em Investigação e Repressão a Crimes Rurais/Depatri iniciaram as buscas e, no dia seguinte (12), conseguiram localizar, em um lote vago de Ribeirão das Neves, o caminhão abandonado, sem o gado, mas com a chave na ignição. Logo depois, os animais roubados foram encontrados em uma fazenda na zona rural de Contagem.

Segundo César Matoso, Delegado responsável pelas investigações, o dono da área rural não estava no local no momento da apreensão, mas a participação dele está sendo investigada. Afirmou ainda que o motorista do caminhão deu informações precisas do veículo que o abordou, como marca, cor e placa, tornando possível a qualificação de possíveis suspeitos.

As investigações continuam a fim de identificar e prender os envolvidos na ação criminosa.

Fonte: JC Notícias