Três anos depois, uma nova empresa assumiu a coleta de lixo molhado em Itaúna, a um custo mensal de R$ 219 mil ao Município – cerca de R$ 41 mil a menos do que a média anterior, firmada em 2017. A licitação do serviço, diferentemente do último contrato, ocorreu na modalidade menor preço. Sediada em Ouro Preto, na região central do estado, a Quantum Engenharia e Consultoria foi a vencedora do certame, anunciado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), órgão da Prefeitura responsável pela gestão de resíduos. Para a operação foram adquiridos seis novos caminhões compactadores, de 15 a 19 metros cúbicos.

De acordo com o SAAE, 17 empresas participaram da concorrência nº 006/2019. Embora tenha prazo de validade de 12 meses, com valor total de R$ 2.636.016,84, o novo contrato pode ser prorrogado por mais cinco anos. Ou seja: até 2026.

O contrato anterior, justificou o SAAE à reportagem, estava vencendo, sendo necessário abrir um novo trâmite licitatório.

Em julho de 2017, a cooperativa Coopertur assumiu a coleta em Itaúna, inicialmente de forma emergencial, por um período de seis meses, prazo então previsto para a realização de uma nova licitação. O valor teto do serviço, celebrado por meio de adesão a ata de registro de preços, era de R$ 359 mil/mês. As medições de toneladas de lixo recolhidos, porém, resultaram em uma média de R$ 260 mil pagos mensalmente, afirma o diretor do SAAE, Arley Cristiano Silva. O contrato com a Coopertur, por meio da empresa cooperada Engelife Construções, Transportes e Coleta, continuou em vigor até 2020. “Os valores previstos na ata nunca foram pagos em sua totalidade”, justifica Silva.

50 TONELADAS/DIA

Atualmente a cidade conta com três rotas de coleta de lixo molhado, duas diurnas e uma noturna, percorrendo cerca de 120 quilômetros e recolhendo cerca de 50 toneladas de lixo por dia – média de 1.240 toneladas de resíduos úmidos mensais –, explica o gerente de Resíduos do SAAE, Ronan de Souza Santos.

Além da coleta terceirizada em caminhões compactadores, o SAAE também contrata dois veículos de carroceria aberta para recolhimento na zona rural. Há outro caminhão para recolhimento de móveis e eletroeletrônico inservíveis, serviço chamado de Cata-Móveis, disponível sob agendamento prévio, sem custo, no telefone (37) 3243-6691.

LIXO SECO

 Como parte da coleta seletiva adotada em Itaúna, o recolhimento de lixo seco e sólido é realizado pela Cooperativa de Reciclagem e Trabalho (Coopert), que coleta uma média de 325 toneladas/mês, acrescenta o SAAE.

 

SAIBA MAIS

Dias de coleta seletiva em Itaúna

 

Bairros Área 1-Sentido Piaguassu

Lado esquerdo da Av. Jove Soares

Lixo seco: segundas, quartas e sextas-feiras

Lixo molhado: terças, quintas-feiras e sábados

 

Bairros Área 2-Sentido Cidade Nova

Lado direito da Av. Jove Soares

Lixo seco: terças, quintas-feiras e sábados

Lixo molhado: segundas, quartas e sextas-feiras

Fonte: Viu Itaúna