Quatro cidades da região Centro-Oeste de Minas registraram surtos de Síndrome Respiratória Aguda, possivelmente associados à Covid-19, em ambientes fechados. Os municípios onde ocorreram os surtos na região são: Pompéu, Bom Despacho, Carmo do Cajuru, Formiga e Lagoa da Prata.

As informações foram fornecidas ao G1 pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), nesta quarta-feira (24). De acordo com a pasta, a maior parte dos surtos ocorreu em empresas, serviço de saúde e no sistema prisional. Veja o que as prefeituras falaram sobre o assunto.

No início do mês, a reportagem divulgou que Bom Despacho estava entre as cidades que registraram surto. Até então era o único município do Centro-Oeste na lista dos registros de surtos.

Ainda conforme o Relatório de Investigações de Surto de Síndrome Respiratória Aguda em ambientes restritos ou fechados, até o dia 18 de junho foram notificados, em Minas Gerais, 118 surtos em 14 macrorregiões, totalizando 70 municípios.

 

Formiga

A Secretaria de Saúde no município de Formiga informou que a Penitenciária da cidade apresenta surto da Covid-19. Em informações divulgadas pela assessoria de comunicação, o registro foi feito pela SES-MG com base em seis casos da doença confirmados na unidade prisional na terça-feira (23).

Nesta quarta, o presídio conta com nove casos confirmados por exames e 29 casos confirmados por critério clínico epidemiológico, que são detentos que ainda não realizaram exames, mas que apresentaram sintomas gripais.

O secretário de Saúde Leandro Pimentel, que testou positivo para o novo coronavírus, avalia que o Estado está considerando surto quando há registro, de pelo menos duas pessoas com confirmação da doença em locais como asilo, albergue ou abrigo. Desta maneira, a constatação feita pela SES-MG não se refere à cidade de Formiga como um todo, quando, se fosse o caso, o registro seria feito como “endemia”.

 

Detentos com coronavírus

A Prefeitura informou que os seis detentos diagnosticados com o vírus continuam isolados em uma cela na ala da enfermaria e não apresentam outras complicações de saúde. Ainda na Penitenciária, outros 29 detentos apresentaram sintomas gripais e diante da declaração de surto, todo preso que apresentar sintoma é considerado a confirmado por critério clínico epidemiológico.

O município divulgou na noite desta quarta-feira que, até o momento, são 84 casos confirmados, dois óbitos, 49 pessoas em acompanhamento, 30 pessoas curadas e 29 detentos foram confirmados por critério clínico epidemiológico.

 

Acompanhamento

Em nota enviada nesta quarta, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen/MG), informou que na unidade prisional foram registrados apenas seis casos da doença.

Estes detentos receberam alta médica entre esta terça e quarta, eles estão curados da doença. Os demais detentos que estavam no mesmo pavilhão dos infectados realizaram testes rápidos. Onze deles que apresentavam sintomas gripais aguardam os resultados de exames PCR.

Sobre o critério clínico epidemiológico adotado pela penitenciária, o G1 entrou em contato com a Sejusp e aguarda retorno.

Desde o momento em que os seis detentos testaram positivo, o pavilhão foi isolado e passou por limpeza e desinfecção, conforme a Sejusp. As movimentações e os recebimentos de novos presos na unidade prisional seguem normalmente.

Para evitar o contato de novos presos com aqueles que já se encontravam no sistema prisional, a Sejusp criou unidades de porta de entrada, para que os recém ingressos cumpram quarentena antes que sejam transferidos para a comarca de origem.

A unidade porta de entrada da 7ª Região Integrada de Segurança Pública, que abrange a Penitenciária de Formiga, é o Presídio de Bom Despacho.

 

Bom Despacho

Conforme justificado pela Prefeitura de Bom Despacho, a cidade entrou para a lista de surtos depois de confirmar casos de coronavírus em uma empresa da cidade. Na ocasião, a Administração Municipal informou que cinco casos confirmados da Covid-19 em uma empresa da cidade caracterizaram a situação.

O surto informado pelo estado não é um surto geral, de acordo com o Executivo. O caso ocorreria quando houvesse um aumento considerável de casos em todo o município. Segundo a Prefeitura, os testes foram feitos pela empresa.

 

Carmo do Cajuru

A assessoria de Carmo do Cajuru informou nesta quarta-feita que o surto listado pelo Estado é referente aos casos registrados dentro do Asilo Vila Vicentina, no mês de maio.

Antes do aumento do número de casos registrados na Vila, o município contabilizava no dia 18 de maio, 12 casos confirmados. No dia 19 de maio, quando foram confirmados os casos na Vila Vicentina, o município saltou de 12 para 37 casos, segundo a Prefeitura. Só nesta data, 13 casos foram confirmados na Vila.

Já no dia 20 de maio, o Município chegou a registrar 46 casos. A Prefeitura explicou que as outras confirmações foram referentes às pessoas que tiveram contato com pacientes já diagnosticados com a Covid-19 no asilo.

 

A atualização dos casos nesta quarta-feita (24) mostra que na cidade há 76 registros confirmados, 69 curados e quatro pessoas confirmadas com a doença seguem em acompanhamento. O município já registrou três óbitos pelo coronavírus.

Na Vila Vicentina, após o período de quarentena ter sido decretado pelo prefeito Edson Vilela (PSB), todos os casos estão curados e os colaboradores que estavam cumprindo isolamento social no local, já foram liberados para voltarem para casa.

 

Lagoa da Prata

A reportagem conversou com a secretária de Saúde de Lagoa da Prata, Sabrina Novaes, que informou que o aumento do número de casos na cidade foi ocasionado depois que colaboradores de duas empresas testaram positivo para a doença. De acordo com Sabrina, os casos foram registrados em um galpão de rifeiros onde nove casos confirmados; e em uma empresa de produtos farmacêuticos, onde foram registrados 15 confirmações da Covid-19. Todos os casos estão em acompanhamento.

O município tem, até o momento, 232 casos confirmados, 23 pessoas estão em isolamento domiciliar, três em internação hospitalar, cinco em Unidade de terapia Intensiva (UTI) e duas pessoas já morreram com a Covid-19 na cidade.

 

Pompéu

A reportagem não conseguiu contato com a Secretaria de Saúde de Pompéu até o fechamento da reportagem. O município,tem 13 casos confirmados da doença, segundo o Boletim da SES-MG, divulgado nesta quarta-feira.

 

Surto em Minas Gerais

O Secretário de Saúde do Estado Carlos Eduardo Amaral falou nesta quinta sobre a situação de surto em Minas Gerais.

"Os surtos mostram um pico muito rápido, mas ficamos muito atentos. Temos esses surtos atualmente. Alguns já estão em remissão, já estão passando daquela fase em que pudessem impactar no quantitativo geral e no risco de disseminação da doença na região", afirmou o secretário.

Além das cidades do Centro-Oeste, o problema está concentrado ainda em: Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Contagem, Ibirité, Jaboticatubas, Mariana, Ribeirão das Neves, São Joaquim de Bicas, João Monlevade, Corinto, Curvelo, Felixlândia, Sete Lagoas, Antônio Carlos, Barbacena, Congonhas, Piranga, Barroso, Lagoa Dourada, Resende Costa, São João Del Rei, Diamantina, Alvarenga, Governador Valadares, Manhuaçu, Mutum, Pocrane, Cajuri, Ponte Nova, Urucânia, Itinga, Joaíma, Carmo do Paranaíba, Serra do Salitre, Paracatu, Unaí, Taiobeiras, Pirapora, Bicas, Juiz de Fora, Santos Dumont, Leopoldina, Ubá, Poço Fundo, Itajubá, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Senador Amaral, Boa Esperança, Ingaí, Itanhandu, Lambari, Lavras, Nepomuceno, Três Corações, Varginha, Uberlândia, Araxá, Frutal, Iturama, Uberaba, Belo Oriente, Ipatinga e Timóteo.

Fonte: G1