Está em andamento a licitação para construção de um novo fórum do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em Bom Despacho. De acordo com o Tribunal, a nova sede deve ser entregue ao município em maio de 2022.

O anúncio foi feito pelo presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, na sexta-feira (19). O juiz da Comarca de Bom Despacho, Adalberto Cabral, declarou que há décadas o Fórum Hudson Gouthier está abrigado em uma mesma edificação no Centro.

Conforme Cabral, magistrados, servidores, advogados e usuários em geral, estão enfrentando dificuldades quando vão ao local devido à falta de local para estacionar os veículos.

“Além do mais, trata-se de um projeto muito antigo. A última reforma foi feita em 2004. Portanto, o prédio tornou-se muito obsoleto para as necessidades atuais da comarca”, explicou o juiz.

Outro problema, segundo o diretor da comarca, é a falta de acessibilidade e a necessidade de alugar outro imóvel para abrigar o arquivo.

“O prédio tem dois andares e não pode receber pessoas com necessidades especiais. E a necessidade de se deslocar para outro prédio, onde está o arquivo, gera muitos transtornos e atrasos”, destacou o magistrado.

Atualmente, a comarca tem cerca de 17 mil processos ativos.

 

 

Novo Fórum

Serão dois pavimentos com mais de 2.100 m² de área construída, espaço para Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (Cejusc), Juizado Especial, Tribunal do Júri e setores de apoio. Todo o atendimento jurisdicional ficará concentrado em um único espaço, sem a necessidade de locações para abrigar outros departamentos do fórum.

Conforme também o TJMG, a edificação contará com elevador e área adequada de acessibilidade. O estacionamento irá comportar 36 veículos, o local terá sistemas de prevenção a incêndio, iluminação eficiente com luminárias de LED, controle e segurança de acesso, ar condicionado central e renovação de ar.

Também está previsto um sistema de projeção de imagens, além de circuito interno de TV, sonorização e wi-fi no salão do júri.

 

Fonte: G1