A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), prendeu em flagrante nessa segunda-feira (23) um homem, de 38 anos, suspeito de cometer crime de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no Artigo 273 do Código Penal. A prisão ocorreu na cidade mineira de Ipanema.

Durante investigação, ficou constatado que o homem estava comercializando medicamentos para a cura do novo Coronavírus. Em consulta ao perfil do investigado em uma rede social, constatou-se a divulgação dos produtos, além de divulgação do link em que as pessoas poderiam adquirir o produto.

A medicação estava sendo comercializada com a identificação Imunotex Plus, pelo valor de R$ 30,00 e poderia ser adquirida por um site ou pelo telefone/WhatsApp. Durante as buscas realizadas na casa do suspeito, com autorização judicial, foi apreendida uma enorme quantidade de produtos embalados para comercialização, garrafas com remédios para serem embalados, embalagens vazias, plantas, rótulos, comprovantes de postagem nos Correios, dinheiro, computador, impressora, dentre outros.

O homem foi preso em flagrante e conduzido com todo o material para a Delegacia de Polícia Civil, em Ipanema.