Barão de Cocais também é evacuada com riscos de Rompimento de Barragem

08 FEV 2019
08 de Fevereiro de 2019

Também nesta madrugada, uma sirene tocou em Barão de Cocais por volta das 1h da madrugada, na região Central de Minas. Cerca de 500 pessoas das comunidades de Socorro, Tabuleiro e Piteiras, que moram próximas à barragem Sul Superior da Mina Gongo Soco, deixaram as casas. A barragem do local pertence a Mineradora Vale, também responsável pela Mina do Córrego do Feijão que rompeu em Brumadinho matando pelo menos 157 pessoas. Outras 182 seguem desaparecidas.

De acordo com a Vale, a consultoria Walm negou a Declaração de Condição de Estabilidade da estrutura. A partir daí, a mineradora começou a executar o nível 1 do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração. Já a Prefeitura de Barão de Cocais disse que a Agência Nacional de Mineração ampliou para o nível 2, mais próximo da possibilidade de rompimento. A produção de minério de ferro da mina de Gongo Soco está paralisada desde abril de 2016, diz a Vale.

 

Por Luiz Henrique Machado

Voltar

Rádio Líder FM 102,7 Rua Dona Tereza, 25, Cerqueira Lima – Itaúna - MG    

Fone: (37) 3242-3100